segunda-feira, 29 de agosto de 2011

RAFAEL SENRA

QUEM É RAFAEL SENRA

Quadrinista, compositor e músico, mestre em teoria literária e crítica da cultura pela UFSJ - Universidade Federal de São João Del Rei. Em 2004, publicou seu primeiro fanzine, "Relações Bizarras", uma HQ em três partes que vendia nos corredores da universidade. Já em 2009, lançou no FIQ (Festival Internacional de Quadrinhos - BH) sua primeira HQ propriamente dita, "Ana Crônica", de forma independente. Ainda em 2009, lançou na internet a HQ "Lonely Hearts", onde dá sua versão para a "morte" do beatle Paul McCartney. Esse quadrinho foi citado em diversos sites e veículos de comunicação, como o jornal Estado de Minas, o programa Sem Censura (TV Cultura), o Programa Novo (TV Cultura), e os sites Universo HQ e Whiplash. Em 2011, montou o projeto de rock progressivo e eletrônico Zastrados, com Pablo Gobira, e lançará em breve seu primeiro EP. Atualmente, está reescrevendo e ilustrando sua dissertação de mestrado, onde analisa a identidade mineira no Clube da Esquina.

PUBLICAÇÕES

* Relações Bizarras (Fanzine) / Edição Independente, 2004.

* Ana Crônica (HQ) / 1ª edição, Editora Gráfica TGB, 2009.

* Lonely Hearts (e-HQ) / 2009.

CONTATOS

Email: rararafaels@yahoo.com.br
Tel: (32) 8874 - 2921

CONHEÇA O TRABALHO DO ARTISTA

O ARTISTA NA INTERNET

Blog de desenhos: http://rafael-senra.blogspot.com/

HQ Lonely Hearts, disponível para download: http://rafael-senra.blogspot.com/2009/10/download-da-hq-lonely-hearts.html

Blog de textos (desatualizado): http://esparsosideral.blogspot.com/

Blog-tributo à cantora Laura Nyro: http://lauranyro.blogspot.com/

terça-feira, 5 de julho de 2011

VINICIUS TOBIAS

QUEM É VINICIUS TOBIAS

É poeta, agitador cultural e estudante de jornalismo. Membro fundador do Grupo Larvas Poesia, de Lavras – São João del-Rei, que visa trabalhar com exposições, fanzines, publicações, recitais, eventos e divulgação on-line de literatura. O grupo Larvas tem um recital chamado “Não se faz com versos”, já apresentado em diversas cidades, ao lado de Igor Alves, e está produzindo um segundo: “Alicerces”. É Membro Fundador do Programa de extensão 5ª Cultural, da Universidade Federal de São João del-Rei, programa que pensa e promove arte, e deságua no grande festival de cultura democratizada que já está em sua 4ª edição: o Cultura de 5ª. O poeta já publicou, no melhor estilo xerocado, 2 fanzines que compõem a coleção “Intervenção Humana”, uma coleção de poemas sobre os vários desníveis da revolta.


PUBLICAÇÕES

* Raparam a panela e agora estou com fome

* Cada um no seu quadrado – Onde ponho uma maçã no universo?


CONTATO: email: vinitobias00@yahoo.com.br


CONHEÇA O TRABALHO DO ARTISTA

“Primavera de Pragas


No fim do inverno não há flores

Mas as folhas, um pouco fustigadas pelo frio

Estão verdes como pérolas

[se as pérolas fossem verdes


Eu as vezes costumo subir em um lugar alto

E olhar as edificações construídas pelo homem

Luzes de cidades vistas do alto de um lugar alto

Causam uma comoção e melancolia


Os arbustos são invadidos por larvas

Aquelas taturanas verdinhas ou vermelhas

Que agente evita muito encostar

Pois queimam muito, alguns venenos até dão febre...


Outras vezes me vejo em antros de jovens

À procura de sexo e rock’n roll

E uma massa insólita de homens iguais tenta

[carregar as convenções do mundo

Sorte que como querem demais nos pegar

A resistência há de ser fofa, carinhosa e cabeluda

Estamos meticulosamente rasgando a seda

E caído nas graças do prazer à desordem


Daí, se fores aos jardins

Verão seus arbustos que não estão floridos

Repleto de mordidas das malditas larvas

Agente compra veneno e tenta acabar com elas

E por mais que sejamos mais poderosos

Tenhamos armas esmagadoras

Elas são pequenas e numerosas demais para serem exterminadas


Mas é difícil demais avançar

Batalhões de jovens vistosas maquiadas e perfumadas

Saem de casa toda a sexta e sábado à noite

Batalhões de homens com seus braços fortes e carros roncosos

E a madrugada, a virgem santíssima madrugada de todos os dias

É irrompida por um escarcéu de pecado sistemático

O próprio pecado da vida

A cumplicidade


Daí um tempo depois aquelas larvas somem

Elas destruíram em parte as folhas do arbusto

E foram engordando e engordando

Você as procura e não encontra

Quando se dá por si

Aqueles arbustos quase destruídos florescem todos

Cerca de 2 a 3 dias depois as borboletas chegam coloridas e magníficas

Você sacou de onde elas vieram

É a primavera que foi se construindo do asqueroso e da destruição!”


O ARTISTA NA INTERNET

anotacoesburocraticas.blogspot.com - poesias do autor

larvaspoesia.blogspot.com - blog do Grupo Larvas

5cultural.blogspot.com – blog do 5ª Cultural


domingo, 28 de março de 2010

DILCEU LÚCIO CARVALHO DIAS

QUEM É DILCEU LÚCIO CARVALHO DIAS

Nascido em 1968 em Nanuque – MG. É professor e poeta, graduado em Geografia pela UFMG.

Escreve poesias desde a infância e até o momento não tem obra publicada.


CONTATOS: dilceudias@hotmail.com

Rua: Maria Ambrósia de Sá, nº: 316 – Bairro: Jaqueline

CEP: 31.785-220 - Belo Horizonte/MG.


CONHEÇA O TRABALHO DO AUTOR

VERBETE

Drosófilas... Essas mosquinhas sempre famintas
Sedentas, amontoaram sobre o velho dicionário
Em vão
Nele
, banana
é somente mais uma palavra

LEVE PORNOGRAFIA

Perguntaram-lhe em seu leito de morte:
qual é o seu último desejo?
Eis que a freira gorducha de olhos vidrados responde:
biscoito

INSENSA-TEZ

Tocaram-lhe as faces repetidas vezes

o vento.

Depois, seguiu

deixando para trás

o desenho perfeito

da leve fragrância

das pétalas das flores ocres

pisoteadas no chão.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

SANZIO MARDEN


QUEM É SANZIO MARDEN

É artista plástico e arte educador formado pela escola Guignard, compreende Duchamp e cia., mas não dá a mínima. Trabalhou com revitalização e recuperação de sítios históricos através do projeto oficina escola de artes e ofícios (projeto voltado para o terceiro setor) nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Ceará. No Ceará participou de várias exposições e fez pós-graduação em arte educação pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA - além de comprar uma moto e ir para o Piauí na cidade de Piripirí visitar o museu local onde se encontra o sapato da primeira prostituta da cidade (parecia um tamanco bordado). Depois de cometer a loucura de voltar para a terra natal (deixando aquelas praias enormes, cheias de sol, ondas, jangadas e sorrisos maravilhosos) se dedicou a ilustração. Juntamente com a professora Dr. Tânia Alice (que também rodopiou ceará afora e foi a Piripirí) e a professora Dr. Terezinha Galvão publicou três livros infantis voltados para o meio ambiente (com apoio do projeto Manuelzão). Aproveitando o embalo ambiental, produziu com a empresa Verde Gaia, o projeto "semente ecológica" (mais dois livros infantis nasceram). Trabalhou como arte educador no projeto BH Cidadania, ministrando oficinas de desenho e pintura. Cansado de projetos sociais e do "terceiro setor" ficou mesmo como ilustrador. Atualmente está produzindo quadrinhos com os contos do escritor Javert Denilson e pensando em cursar direito ou montar uma oficina mecânica para motos.


PUBLICAÇÕES / EXPOSIÇÕES

* Solo Para Dona Tartaruga – Terezinha Galvão, Sanzio Marden,Tânia Alice.

* Segredo No Ar – idem.

* Por Água Abaixo – idem.

* Semente Ecológica, vol. 1 e 2 – Sanzio Marden, Verde Gaia – consultoria ambiental.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

* Salão Casa Da Cultura – Sobral/CE (Pinturas).
* Salão Sesc Sobral/CE (Pinturas).
* Salão Centro De Convenções – Sobral/CE.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

 * Mostra Safra – Sobral/CE.

* Mostra Sobral De Arte Contemporânea.


CONTATO: sanziomasmos@yahoo.com.br


CONHEÇA O TRABALHO DO ARTISTA

sábado, 11 de abril de 2009

RODRIGO STARLING

QUEM É RODRIGO STARLING

Rodrigo Starling é filósofo, poeta e gestor de ONGs. Possui Graduação em Filosofia e Pós-Graduação em Gestão de Políticas Sociais (Ambas pela PUC Minas). É mestrando em Ciência Política pela ULHT, Portugal. Publicou quatro opúsculos e um livro: Paz: O começo (2002), Alea Jacta Est (2003), Breviários do Cárcere (2004), Confessório Ardente (2006) e NÓS e outros poemas (2010). É membro fundador da OPA! Oficina de Produção Artística na qual é o atual presidente. No Terceiro Setor, atua também como Diretor de Desenvolvimento Institucional do VIDES Brasil e Secretário Executivo Adjunto do COEP MG. Ministra palestras sobre Liderança e Empreendedorismo Artístico.


PUBLICAÇÕES

* Paz: O Começo (poesia) / 1ª edição, independente, 2002.
* Alea Jacta Est (novela existencialista) / 1ª edição, EDLR, 2003.
* Breviários do Cárcere (prosa-poética) / 1ª edição artesanal, 2004.
* Confessório Ardente (sonetos) / 1ª edição, Q.S.Editorial, 2006.
* NÓS e outros poemas (poesias) / 1ª edição, independente, 2010.

CONTATO: email: rodrigo.starling@ig.com.br / tel: 55 31 9805-9905


CONHEÇA O TRABALHO DO ARTISTA
"Sou cometa criativo
Rastro errante e vaidoso
A própria sobriedade do ébrio
Namorando a sanidade do louco"

O ARTISTA NA INTERNET


domingo, 1 de março de 2009

FRANCESCO NAPOLI

QUEM É FRANCESO NAPOLI

Poeta, compositor, guitarrista, pesqui-sador e professor de Filosofia e Histó-ria da Arte; Integra o grupo de Experi-mentação poética Caveira my friend ao lado de Marcelo Dolabela; Integra o grupo de música de invenção zanzara; integra o grupo experimental de música afro-mineira Bortam ao lado de Mamão Mamede; integra o bloco Bujão de Gás, integra o projeto de música dadaísta Jazzmafra; Integra o grupo de performance intermídia Laboratório Aleatório; escreve para o site 440hz; tem um livro de poemas publicado intitulado "sobre alguma coisa, sobre coisa alguma ou meta poesia sem meta." Tem um blog de experimentação poética: fanzinezat.zip.net

PUBLICAÇÕES

* “Sobre alguma coisa, sobre coisa alguma ou meta poesia sem meta” (poesia) / edição do autor, 2004.


CONTATO: email: francesconap@gmal.com / tel: 3463 99 71


CONHEÇA O TRABALHO DO ARTISTA
" Sujeito Sujo "
O ARTISTA NA INTERNET

- www.myspace.com/francesconap

- http://fanzinezat.zip.net/

- http://www.bortam.net/

- http://palcomp3.cifraclub.terra.com.br/zanzara/

- http://fanzinetaz.zip.net/

- http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=9488

- http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=26832


segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

MÚCIO GÓES

QUEM É MÚCIO GÓES

Múcio de Lima Góes nasceu no verão de sessenta e nove, no segundo dia do segundo mês. Ascendente em Virgem, Lua em Leão, e o Sol na casa de praia. Sua cidade natal, Palmares, na Mata Sul de Pernambuco é conhecida como “Terra dos Poetas”, berço de Ascenso Ferreira, Hermilo Borba Filho, Juarez Correia, Luiz Berto, sem contar seus loucos, cantadores, violeiros e repentistas que nas feiras rasgam seus verbos. Lugar onde já fizeram palco Zumbi e seu povo; batalhas longínquas banhadas a sangue e história; hoje pena qual fantoche sem platéia nas mãos de políticos aventureiros. Morando em Recife, o poeta palmarense conseguiu pousar seus versos no papel, estes que desde meados de 2004 flutuavam em céus virtuais. “O avesso e o verso” (Editora Nossa Livraria) é seu primeiro livro de poesia, lançado em março/2008, onde ele anuncia no seu “Poema em auto-revelo” – sou como Deus, / sendo às avessas: / escrevo torto / por linhas certas. Seus versos são extratos da simpleza, sua poesia nasceu para sentir, e sente muito.
Embalado pela receptividade dO avesso, Múcio atendeu ao chamado do ativista poético Diovvani Mendonça, e lançará no vindouro abril, pela Editora Árvore dos Poemas o seu 2º trabalho, Grãos ao alto!, seguindo com o adorável exercício de semear poesia pelos ares.


PUBLICAÇÕES

* “O avesso e o verso” (poesia) / 1ª edição, Editora Nossa Livraria, 2008.

* “Grãos ao alto!” (poesia) / 1ª edição, Editora Árvore dos Poemas, 2009.


CONTATO: muciogoes@gmail.com


CONHEÇA O TRABALHO DO AUTOR

De Vagar


eu quero
rever meus atos,
tapar as frestas,
rasgar retratos.


hoje

eu quero mudar
os meus costumes,
queimarei meu diário,
- adeus, cardumes!


vou trocar
meu velho aquário
por uma nuvem
de vaga-lumes ”


O AUTOR NA INTERNET

- http://www.traversuras.blogspot.com/

- http://www.blogdesete.blogspot.com/

- http://www.e-tapas.blogspot.com/

-http://areteeducar.blogspot.com/2009/04/avore-dos-poemas-lancamento-do-livro.html

sábado, 7 de fevereiro de 2009

MARCELO DOLABELA

QUEM É MARCELO DOLABELA

Marcelo Dolabela é poeta, professor, roteirista gestor cultural e compo- sitor. Participou como roteirista de filmes e vídeos, como “Arnaldo Batista Maldito Popular Brasileiro” e “Adeus, América”, ambos de Patrícia Moran. No âmbito musical, é integrante dos grupos “Divergência Socialista”, “Red Theremin” e “Caveira My Friend”. É colunista do jornal Hoje em Dia, desde 1999.
Publicou livros, como “ABC atual do rock brasileiro”, de 1984; “Hai Kaixa”, de 1993; e “Carimbós”, de 2007. Atuou como diretor, roteirista e elaborou trilhas sonoras em peças teatrais. Também possui trabalhos expostos em diversos países, como Japão, Austrália, Portugal, França e outros.


PUBLICAÇÕES

* ABC atual do rock brasileiro / 1984.

* ABC do rock brasileiro / 1970-1979,1985.

* ABZ do rock brasileiro / 1987.

* Hai Kaixa / 1993.

* Coração Malasarte / 1980.

* Carimbós: Carimbos - quase – Completos / 1977 – 2007.


CONTATO: mdolabela@hotmail.com


CONHEÇA O TRABALHO DO AUTOR

Balanço da década

uma década tem mais de cem séculos
dez bilhões de vozes num único eco
mil e uma noites num mero segundo
poucos trilhões de silêncio num ponto

quanto se conta os átomos é ótimo
a hora fica interminável num átimo
não se chega nunca a nenhum lugar
e apenas se volta ao mesmo volume

um só dia tem bem mais de dez décadas
num rústico eco a maior biblioteca
da luz do segundo nenhum consenso
até quanto nos faltará silêncio ”


(Poema musicado pelo grupo Zanzara/ Lorem Ipsus- Antologia poética &outros poemas. Sétima edição. Tetralogia Minimemória. Vol. 2. Belo Horizonte, 2006)


O AUTOR NA INTERNET

- http://www.tanto.com.br/marcelodolabela.htm

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

DIOVVANI MENDONÇA

QUEM É DIOVVANI MENDONÇA

Diovvani Mendonça é compositor, músico e gestor cultural. Natural de Belo Horizonte. Em sua biografia constam apresentações em saraus, palestras de cunho ecológico, oficinas de poesia, participações em publicações, projetos culturais, gravação de Lp’s e Cd’s. Além da manutenção de blogs voltados para a literatura, esteve à frente da organização do "1º Viva Poesia, Poesia Viva" na cidade de Contagem/MG. Idealizou o projeto “Pão e Poesia”, cuja iniciativa é a de promover a poesia no âmbito da cotidianidade, divulgando poemas de diversos autores em embalagens de pão. Viabilizou uma extensão deste projeto em formato educativo, sendo este o "Pão e Poesia na Escola" (realizado em escolas de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Esmeraldas, Lagoa Santa e Cotia - SP).


PUBLICAÇÕES

* Trilhas - coletânea de autores blogueiros (poesia) / 2007.

* Revista Eletrônica Diversos Afins - 14ª leva / Out/2007

* ARTE EM MOVIMENTO - Mostra de talentos de Contagem / catálogo 2007-2008.

* Pontos Cardeais (poesia) Encontro Literário / 2008.

* “Pão e Poesia” (poesia) / 2008-2009.

* Ziar (poesia) / 2008 (emb.1kg com o poema Ziar p/distribuição de sementes de Moringa)

* ME Especial nº 71 (poesia) / ano 18, 3º semestre / 2008.

* Antologia Folhas Verdes (edições Tela e Texto, Org. Lucas Maroca, Rejane H.C. Lage Neves e Maria Antonieta Pereira, FALE/UFMG, BH, MG, 2008)


CONTATO: diovvani@yahoo.com.br


CONHEÇA O TRABALHO DO AUTOR

Creia-me

se Freud até hoje não lhe explicou
aquela velha canção do Zé - deixe estar
há certas coisas que após entendidas
necessitam de muito mais explicações
e perdem o mistério a graça e o encanto diante da revelação.

O bom é não ser absoluto profundo
bom é ser raso e solto no mundo.
O bom é não ser imã de geladeira
bom é não marcar bobeira
não se colar em nada, nada, nada, nada...

Creia-me
tudo passa
tudo gira na órbita do transitório
passa o carro, passa o moto-boy, passa o avião
e sei que vai passar até o porre dessa cachaça.
Passa macaco, passa o papagaio, passa o gavião
e sei que vai passar até o ar - dessa graça.

O que ainda não passou
é porque a flecha do esquecimento
está atravessando o tempo
rumo ao alvo onde tudo é nada,
onde nada é tudo.
Tudo, nada; nada, tudo no infinito mistério.

Creia-me
se Nietzsche passou se Lennon passou
se Jobim passou
se Torquato, Ana Cristina, Leminski,
Witman, dos Anjos, Maiakoviski
se Wally, não está mais aqui...
Se passou até o profeta Gentileza
se tantos outros também passaram:

condeno-me então
a desaparecer no salto mortal
entre um segundo e outro
na fumaça da pólvora
na poeira do esquecimento.”



quarta-feira, 5 de novembro de 2008

MARCO LLOBUS

QUEM É MARCO LLOBUS

Gestor Cultural e Joaquim Nabuco. Pesquisador da Ar-te Popular, Ati-vista da Cena Peri-férica e também a personificação de Deusmanu. Um Guerreiro Xamã que há 37 anos exorciza encantamentos em atuações que podem envolvê-lo num estado de transe. Entidade presente em saraus e saraus. Multifacetado que se desdobra em distintos acontecimentos que permeiam uma bagagem ímpar flertando experimentos musicais, pinceladas, cinema, escultura e teatro. Caminhando com desenvoltura pela arte digital e pela sensibilidade fotográfica... E acima de Tudo, pela POESIA.


PUBLICAÇÕES

* “As Dores de Indaiá nas Memórias de Tapuia” (poesia) / 1ª edição, Rede Catitu Cultural, 2010.

* “Desclassificados” – Jornal Virtual de Poesia.

* “HUS MANO” – fotografia/poesia (mecanismo para difundir algumas informações de pesquisas no campo da cultura popular como: características, falas - filosofia - e fotos de mestres da cultura popular, artistas e de algumas das manifestações populares das Minas Gerais).

* “POETUS” – fotografia/poesia (mapeamento da produção literária dentre artistas e poetas locais).

* “POIETIS(A)” – fotografia/poesia (mapeamento do universo literário feminino).

Além destes trabalhos de resgate e preservação sociocultural, entre os anos de 2001 e 2006, figurou em dois importantes catálogos de literatura contemporânea:

* Catálogo Terças Poéticas dos Jardins Internos do Palácio das Artes / Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, Suplemento Literário de Minas Gerais, Fundação Clóvis Salgado, 2006, 180 páginas.

* UAI Poético, pesquisando as raízes e veias poéticas / Bêlo Poético Produções Artísticas e Literárias, 2001, 120 páginas.


CONHEÇA O TRABALHO DO AUTOR

Go Back

Fumei um baseado em fotos reais
em ásperas do cotidiano

caí em seda livre
sobre a farfalhar do seco duro

ascendi o inconsciente
pelo trago turvo

subi até o torpor
e dancei nas nuvens

ao acordar da boca seca
a fome da barriga cheia

lariquei o sono aberto
e posei sobre a viagem."


O AUTOR NA INTERNET


- http://marcollobus.blogspot.com/

- http://picasaweb.google.com.br/llobus